BLOG - Os impactos na saúde causados pelo envelhecimento.

Usamos cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência. Para mais informações, acesse o nosso Aviso Externo de Privacidade.

Os impactos na saúde causados pelo envelhecimento.

Já são 28 milhões de brasileiros acima dos 60 anos e esse deve dobrar nas próximas décadas, de acordo com as pesquisas1. Entretanto, o envelhecimento está ligado à diversas transformações no nosso corpo, o que eleva a preocupação com a qualidade de vida e a saúde, nesse momento da vida.

Algumas destas transformações são: perda de massa óssea, redução de massa muscular, aumento de gordura corporal, perda de força, de flexibilidade, e redução na eficiência da imunidade2.

E é por conta de tantas mudanças que a alimentação é um grande diferencial! A ingestão de nutrientes, dentro das recomendações diárias, é muito importante. Porém, nem sempre a alimentação consegue suprir essa demanda. É aí que entram os suplementos, que podem ajudar a atingir a ingestão diária adequada - e hoje em dia, há produtos específicos para essa faixa etária - melhor ainda para dar aquela vitaminada!.

IMUNIDADE: A partir dos 60 anos, há uma perda de células de imunidade, o que deixa o sistema imune menos eficaz, e isso torna as pessoas nessa faixa etária mais vulneráveis3. A vitamina C estimula a produção de glóbulos brancos (células essenciais ligadas à imunidade)4, enquanto o Ferro ajuda no crescimento de células do sistema imune4. O selênio contribui com as enzimas que são importantes para o funcionamento de células chamadas “natural killers”, ou seja, que destroem células estranhas ou infectadas por vírus5.

SAÚDE DOS OSSOS: A osteoporose, em que a densidade óssea diminui progressivamente, atinge atualmente cerca de 10 milhões de pessoas no mundo. Há também outras 34 milhões de pessoas que sofrem com a baixa densidade mineral óssea. Ambas as condições aumentam o risco de fraturas, que geram grande impacto na qualidade de vida das pessoas sêniores, acarretando em perda de sua independência e menor autonomia, mesmo temporariamente7. Por isso, uma medida preventiva que pode ser considerada é a suplementação de cálcio e vitamina D, que auxiliam na redução da perda de densidade mineral óssea7.

FORÇA MUSCULAR: Estudos mostram que a deficiência de Vitamina D e o baixo consumo de proteínas, contribuem com a sarcopenia em idosos, síndrome caracterizada pela perda progressiva da massa muscular e da força (causados pelo envelhecimento)6.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:
  • Censo 2021. Idosos indicam caminhos para uma melhor idade. Disponível em: <https://censo2021.ibge.gov.br/2012-agencia-de-noticias/noticias/24036-idosos-indicam-caminhos-para-uma-melhoridade.html>. Acesso em out. 2020.

  • Filho MLM, Zanella AL, Aidar FJ, Silva AMS, Salgueiro RS, Matos DG. Atividade física e envelhecimento humano: a busca pelo envelhecimento saudável. RBCEH. 2010; 7(1): 97-106.

  • Chandra RK. Nutrition and the immune system from birth to old age. Eur J Clin Nutr. 2002; 56 Suppl 3:S73-6

  • Wintergerst ES, Maggini S, Hornig DH. Immune-enhancing role of vitamin C and zinc and effect on clinical conditions. Ann Nutr Metab. 2006;50(2):85-94.

  • Drake VJ. Immunity In Depth. Disponível em: . Acesso em: out. 2020.

  • Freitas AF, Prado MA, Cação JC, Beretta D, Albertini S. Sarcopenia e estado nutricional de idosos: uma revisão da literatura. Arq. Ciênc. Saúde. 2015; 22(1): 09-13.
    Bringel AL, Andrade KFS, Junior ND, dos Santos GG. Suplementação Nutricional de Cálcio e Vitamina D para a Saúde Óssea e Prevenção de Fraturas.

  • Osteoporóticas. Revista Brasileira de Ciências da Saúde. 2014; 18(4): 353-8.

  • Rotulagem do produto Centroactive.

Confira também

Card image cap
Os impactos na saúde decorrentes da queda do consumo de frutas na população adulta.
Leia mais
Card image cap
A falta de nutrientes e os impactos na prática de atividades físicas.
Leia mais

Com Vitaminas Neo Química,

você adiciona as vitaminas essenciais para o seu dia-a-dia.
Confira nossa linha completa